Ao Vivo
 
 
Siga ao vivo

Igreja

4º Congresso Missionário Nacional divulga cartaz do evento

4º Congresso Missionário Nacional divulga cartaz do evento

Entre os dias 07 e 10 de setembro, a arquidiocese de Olinda e Recife (PE) sedia o 4º Congresso Missionário Nacional (4º CMN), que tem como tema “A alegria do Evangelho para uma Igreja em saída”.   O evento visa impulsionar as Igrejas locais para uma dinâmica missionária e fazer com que caminhem juntos no testemunho da alegria do Evangelho, da comunhão e do profetismo. O encontro também está em sintonia com as preparações do 5º Congresso Missionário Americano (CAM 5), que será na Bolívia, em 2018.   Após a definição do tema, a Comissão Organizadora divulgou o cartaz oficial do 4º CMN. A arte fala sobre o conteúdo do Congresso, destacando seus três eixos: Alegria do Evangelho; Sinodalidade e comunhão; Testemunho e profetismo. A peça evidencia a Igreja, Povo de Deus, constituída por diversos sujeitos da missão, de várias idades e etnias (leigos e leigas, consagrados e consagradas, padres, diáconos, bispos e o papa). Conduzidos pela Palavra de Deus, caminham juntos como Igreja em saída ad gentes, enviada a testemunhar a alegria do Evangelho até os confins da terra. A Igreja peregrina carrega também a Cruz das missões jesuíticas, que marcou a evangelização na Bolívia e em toda América Latina, sendo também o principal símbolo do 5º Congresso Missionário Americano.   O Congresso - Promovido pelas Pontifícias Obras Missionárias (POM) em comunhão com o Conselho Missionário Nacional (Comina) e a arquidiocese de Olinda e Recife, o 4º CMN terá um texto de estudo preparado por uma equipe de missiólogos a partir do documento enviado pela Comissão teológica da Bolívia. Em breve, o documento será enviado aos regionais da CNBB.   O evento deve reunir 600 delegados representantes dos 18 regionais da CNBB, além de outros 100 convidados. As inscrições serão realizadas por meio dos Conselhos Missionários Regionais (Comires), conforme as vagas disponibilizadas no mês que vem.   RCR/POM
Rádios catarinenses assinam contrato de migração para FM

Rádios catarinenses assinam contrato de migração para FM

Santa Catarina será o primeiro estado a receber o grupo do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, que tem por objetivo agilizar o processo de migração do rádio AM para FM.   A caravana percorrerá o país ao longo deste ano com mutirões para ajudar a concluir o processo.   Para o presidente da Acaert, Marcello Corrêa Petrelli, o evento é importante para os radiodifusores, que estão ansiosos pela migração. “Para Santa Catarina é um privilégio ser contemplada com esse mutirão de assinaturas. Reconhecemos o esforço do Ministério em tornar a migração uma realidade para o maior número possível de emissoras”, declarou.   Confira a lista das emissoras contempladas aqui.   Migração em SC - Mais de 100 rádios catarinenses pediram para fazer a migração de AM para FM. Quarenta delas foram contempladas no primeiro lote. Em 2016, 20 emissoras foram autorizadas a iniciar o processo de migração. Atualmente, pouco mais de 60 rádios necessitarão aguardar o desligamento da TV analógica e a liberação dos canais 5 e 6 para a migração no FM estendido.     RCR/ABERT