Ao Vivo
 
 
Siga ao vivo

Cultura

Uma Nota Que Elas Notam chega ao Theatro NET

Uma Nota Que Elas Notam chega ao Theatro NET

O Theatro NET São Paulo, na Vila Olímpia, recebe a 8ª Edição do musical católico Uma Nota que Elas Notam, no dia 23 de março, quinta-feira, às 21h, com o melhor do estilo interpretado por artistas femininas como Adriana Arydes, Andreia Zanardi, Dalva Tenório, Fátima Souza, Ziza Fernandes e Karla Fioravante.   Além do intuito de homenagear as mulheres, o musical será um grande encontro do circuito católico com repertório e participações especiais. Nos anos anteriores, o show contou com Marcelo Duarte, do grupo Anjos de Resgate e Walmir Alencar, do ministério Adoração e Vida. Neste ano, haverá a participação especial do cantor Dunga, da Comunidade Canção Nova.   A novidade de 2017 é que o show, realizado normalmente na região do ABC, será itinerante e os fãs de São Paulo assistirão em primeira mão.   O espetáculo é uma parceria entre KA Produções e Theatro NET, direcionado para toda a família e amigos com produção musical de Karla Fioravante. Adquira seu ingresso aqui:  https://www.ingressorapido.com.br/compra/?id=56451#!/tickets   Serviço Uma Nota Que Elas Notam Data: 23/03/2017 Horário: 21h Classificação: Livre. Ponto de Venda Sem Taxa de Conveniência: Bilheteria Theatro NET SP Endereço: Rua Olimpíadas, 360, Piso Térreo - Shopping Vila Olímpia - Itaim Bibi. Horário de Funcionamento: Segunda a Domingo das 10:00 às 22:00. Capacidade: 799 lugares.
Festival de Música e Arte em homenagem a Madre Teresa

Festival de Música e Arte em homenagem a Madre Teresa

A 15ª edição do Festival Internacional de Música e Arte Sacra se realiza de 16 a 21 de novembro, em Roma. O evento será dedicado à Madre Teresa de Calcutá, Santa do Ano da Misericórdia, e deve acolher 800 artistas do mundo inteiro. Tradicionalmente realizado nas basílicas e igrejas da capital italiana, participarão do festival a Filarmônica de Viena e a estreante Orquestra do Teatro ala Scala de Milão, regida por Christoph Eschenbach. “A presente edição do Festival tem um grande significado, não só pelo fato de Madre ter sido a personificação da misericórdia do século passado, mas também porque será no futuro", diz o Cardeal Angelo Comastri, Arcipreste da Basílica Papal de São Pedro. Ele também recorda que Madre Teresa também amava música, pois quando era jovem, integrou o coral da sua paróquia em Skopje, na Macedônia. Para o Cardeal Angelo Comastri, a música ajuda a criar unidade: "Nossa música nasce da fé; e é a fé que canta, é a música que ajuda a oração. Quando a Europa estava unida pela fé, era Europa; hoje está dividida, unida apenas por finanças: esta não é a Europa ", explica.   RCR/RV